Frutas e legumes

Isca para uva

Pin
Send
Share
Send


Qual é a doença da isca da videira

É uma doença que ataca principalmente a madeira da planta, de origem fúngica, muito comum na Europa. Os cogumelos envolvidos nesta espécie específica de patologia são a phaeomoniella chlamydospora e o phaeoacremonium aleophilum, que se multiplicam pela produção de esporos capazes de remover a seiva da videira para uso como alimento. Já nas estacas, esses dois fungos iniciam sua infecção, propagando-a com facilidade pelos vasos linfáticos. Devido à infestação, a madeira da videira tem veios escuros que representam um alarme significativo. Por outro lado, em plantas jovens, principalmente estrangeiras e italianas, essa patologia afeta os porta-enxertos, reduzindo seu crescimento. Além disso, estes últimos mostram uma má solda na planta mãe e uma produção de frutas atrasada, se não escassa.


Sintomas e danos

Os sintomas mais evidentes do ataque desta patologia se manifestam antes de tudo nas folhas. Estes últimos, de fato, têm manchas verdes mais claras ou até amareladas nas bordas, enquanto as veias internas permanecem verdes. Com o tempo, as manchas escurecem até a folha secar e causar sua queda precoce. Os ramos são caracterizados por um atraso na lignificação, até a dessecação, bem como pelos gomos que retardam sua germinação. Finalmente, nas bagas há uma pontuação roxa, tanto na pele quanto no seu anexo. A formação de pontos escuros na casca não é causada pelo próprio fungo, mas pela produção de substâncias tóxicas no tecido lenhoso. Esta doença em particular afeta as uvas de mesa mais do que qualquer outra coisa, pois a uva para vinho é mais resistente a fungos patogênicos.

Vídeo: DICAS #91 - COMO ISCAR A UVA (Setembro 2020).

Pin
Send
Share
Send